sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Poesia

Depois de muito tempo! A fênix ressurge de suas cinzas... e suas chamas são trechos de uma poesia!

Sou Bicho

Sou bicho.
como e bebo
durmo e descanso
me espreguiço e relaxo.
Fico feliz
triste
raivoso
e estressado.
Respiro
vivo
sinto dor
e as vezes choro.
Sou agredido
diminuído e esquecido
usado e almoçado
sou forma de ofensa
e de elogio.
Sou amado
querido
julgado
e catalogado.
Sou preto
branco
laranja
vermelho
amarelo
azul.
De qualquer cor ou colorido
com listras
bolinhas
ou manchas.
Sou gato
cachorro
galinha
vaca
jumento
cavalo
baleia
porco
papagaio
e humano.
Sou bicho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário