quinta-feira, 9 de abril de 2015

"Chove chuva, chove..."

Mano, esses dias estão chovendo tanto, mas tanto, aqui em Salvador que parece que o dilúvio está sendo recriado.
Hoje me arrependi amargamente de ter ido ao colégio - ignorando o "não vai" dos meus pais e dos meus avós - porque, além de nem ao menos haver aula, tive de ficar lá no colégio até às nove e pouca da manhã - e só consegui chegar em casa ao meio dia - esperando a chuva enfraquecer.
O colégio alagou TODO, tinha uma cachoeira  - uma não, tinha cachoeira na escada da segunda quadra e na escada para o auditório -,o refeitório virou "uma demo" do rio Amazonas e tinham várias baratas... E o pior de tudo não foi nada disso, foram os alunos que se jogavam no chão, escorregavam com cadeiras, e pior: jogavam baratas uns nos outros!! Aí depois aparece com alguma doença e vai culpar o colégio ou até a chuva, sendo que a infantilidade e irreponsabilidade foi deles mesmos - com uma certa colaboração do colégio e da chuva, claro -, sem falar nos estupidamente babacas que jogaram água no meu celular no ponto de ônibus, caralh* que ódio que me deu, eu precisava falar com minha mãe e aqueles filhos da put* jogando água para cima.
Quero saber quando estes - estando na oitava série com idades entre 13/14 e 16 anos, prestes a ir para o ensino médio e poder começar a trabalhar pelo Menor Aprendiz - vão começar a ter consciência de seus atos e ter o mínimo de responsabilidade, porque continuar agindo como crianças de cinco anos não vão leva-los a nada.
Ah, e sem contar também dos alagamentos nas ruas - alagamentos dos quais o nível da água chegava ao tornozelo - causando engarrafamentos infernais!! E deslizamentos de terra que causaram acidentes.

Sabem? Acho admirável até, a habilidade que alguns têm para lidar com situações ruins e "curtir a vida com positividade", mas gente, tudo tem limite né? E consciência é algo que todos devem ter.

Ok, hoje não estou zoando, mas é só um comentário.

Ah, e... Cheguei à conclusão de que se sua mãe diz para você não ir ao algum lugar, NÃO VÁ! Pois pode ter certeza de que vai der merda. Simplesmente não sai nem da cama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário