quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Homossexualidade é doença?


Bom, primeiramente, fora Temer eu acho impressionante essa capacidade que o Brasil tem de retroceder, acho que nos enfiaram em uma máquina do tempo sem sabermos(a diferença é que hoje em dia existem vários movimentos, muito mais apoio e posicionamento sobre minorias, negros e etc) porque não é possível que a essa altura do campeonato, em pleno séc. XXI, estão afirmando que homossexualidade é doença, estão se organizando para matar candomblecistas, e tem uns GÊNIOS defendendo a teoria da Terra plana (que foi invalidada a tanto tempo que eu só consigo pensar que essas criaturas estão zuando mesmo ou não sabem nem o que diabos é um livro de ciências muito menos de filosofia, nunca ouviram falar), o que só me confirma que o ser humano quando vê que pode evoluir, mudar, agregar, pluralizar... quando vê que tem potencial de realmente sair do lugar, ele avacalha, quando vê que pode dar um pulo pra frente ele dá cinco passos pra trás, nesse caso, andamos uns 50km pra trás mesmo porque PUTA QUE PARIU eu acho IMPRESSIONANTE que dados científicos só servem quando são pra falar que gay e lésbica é tudo traumatizado "Foi tudo abusado na infância." ME POUPEM, SE POUPEM, NOS POUPEM. POR FAVOR! NÃO EXISTE CURA PARA O QUE NÃO É DOENÇA! Por que, invés de ficar se preocupando com o cu e a boceta alheios relacionamento amoroso e interesse sexual dos outros, vocês não vão se dedicar à cura de alguma doença real tipo o câncer? Também poderiam estar se preocupando em dar apoio às recentes vítimas do furacão Irma, ou refugiados islâmicos, OU AS CRIANÇAS AFRICANAS QUE PASSAM FOME TODOS OS DIAS, OU TALVEZ QUEM SABE A PORRA DOS ANIMAIS QUE SÃO TORTURADOS A VIDA INTEIRA(que por acaso duram muito menos do que deveriam pelos maus tratos) SÓ PRA VOCÊS TEREM SUAS CARNINHAS AÍ NA MESA.
Só para vocês saberem mesmo: assim como um hetero não "vira" gay, o contrário também não acontece, viado nasce viado e morre viado. Uma pessoa que toda hora diz que é de uma sexualidade diferente no mínimo tá se descobrindo ainda, ou só é desinformada mesmo e não sabe como se definir. Mas não existe essa história de reversão sexual. NÃO. EXISTE! Sexualidade não é uma escolha, não é algo que se aprende nem algo que se muda e os vários tipos de repressões, punições e testes já feitos desumanamente quebrando qualquer tipo de ética, acredito eu, que são mais do que suficientes pra esclarecer isso, não há cura! Não é doença! Sem contar que não é algo que existe somente entre humanos, eu mesma nem aguento mais ver foto rolando pela internet de dois leões transando, isso mesmo, os leões, os reis da selva, e não é só com leão isso não, comportamento homoafetivo é observado em várias outras espécies de mamíferos já há tempos, como golfinhos, alguns primatas, ovelhas, varias espécies de aves também, e até mesmo alguns insetos e répteis, ou seja, homossexualidade nada mais é do que algo completamente natural e essa ideia de que só pode macho com fêmea não passa de uma construção social preconceituosa e ignorante. A única lei da vida é vivê-la do modo que lhe for mais confortável.
Então bebê, se você, caro leitor, acredita que algo referente a outras pessoas, como a sexualidade e crença delas, é errado simplesmente porque não cabe ao seu mundo limitado, simplesmente porque é diferente do que se refere a você, sugiro que pesquise muito e estude sociologia.

domingo, 16 de abril de 2017

Retorno

Depois de décadas sumida: voltei u.u com um texto que já até postei no meu Facebook, mas enfim, textinho para refletir.

Vida (título provisório)

Costumava sentir-se grande demais para um mundo tão pequeno, inteiro demais, completo, intenso, complexo, profundo... Tão profundo que se afogou, afundou em seu coração e, dentro das profundezas de sua alma, ele sentiu-se pequeno demais, o seu mundo tornou-se grande demais para sua pequena existência confusa, ele nadou até a superfície e decepcionou-se pois apenas o caos encontrou.
Em meio há tanta destruição ele encontrou uma flor que sobreviveu e resistiu a todo aquele pandemônio, ele a acolheu e a amou, mas ele chovia demais, era tempestuoso demais e seus raios destruíram a flor e ele.
Queimado demais para mover-se sem sentir dor, ele deitou-se em seus mais profundos arrependimentos até que o sol sorriu e o acendeu como nunca, então ele, mesmo ainda queimado, seguiu o olhar brilhante do sol e o acompanhou tropeçando a todo o tempo, persistindo, porém, o calor do sol era demais para suas queimaduras.
Ele caiu em um abismo e os olhos fechou, quando tornou a abri-los encontrava-se em uma sala escura, curado de seus ferimentos, mas completamente perdido.
Ele abriu a porta da sala e deparou-se com o retrato de si próprio há tempos atrás, observou-o, era realmente ele? Aquela pessoa era mais bonita, radiante, inteira, neste momento sentia-se pequeno e desgastado, estava cansado demais para andar, para continuar com o que quer que tenha começado.
Durante esse período sofrido ele teve um motivo para ignorar suas dores e continuar andando, mas naquele momento só via aquela foto que apenas o lembrava de um passado ao qual nunca retornaria.
Ele colocou a mão no bolso e tirou algo, era um espelho, ele observou-se: destruído demais, perdido e sem ideais, "O que eu faço agora?", pensou. Olhou bem para o surgimento cautelosamente esplendoroso da noite selvagem que engolia a luz do dia por inteiro na janela ao lado, lembrou da flor que o deu esperança e o sol que o deu vida.
"Ok.", ele disse. Então ele chutou sua antiga imagem e seguiu em direção ao total desconhecido com apenas seu reflexo no espelho e seu desejo de viver para sentir todas as outras dores, amores e alegrias que lhe poderiam ser oferecidas.

sábado, 24 de setembro de 2016

#SetembroAmarelo

Vamos falar de depressão, o que é a depressão?


Bem, a depressão, ao contrário do que muitos pensam, não é frescura e está longe de se comparar à tristeza comum, ela acarreta coisas como tristeza profunda, mudanças de humor, sentimento de indiferença, vazio ou/e impotência, alta irritabilidade, baixa disposição para coisas simples da vida, baixo autoestima, fadiga, insônia, automutilação, comportamento suicida, tentativa de suicídio, inquietude, baixa capacidade de concentração, entre outros.
Pois é, é algo muito sério mas que na maioria das vezes não é visto dessa forma e, frequentemente, o comportamento de uma pessoa depressiva acaba sendo confundido com preguiça e estresse, por exemplo, e é claro, isso só piora.
Bom, aparentemente existem classificações e tipos diferentes de depressão, mas não é disso que eu vou falar até porque não sou psiquiatra nem psicóloga e não dá pra confiar totalmente em artigos na internet, portanto a minha dica de como tratar e como NÃO tratar uma pessoa depressiva pra você não acabar fazendo uma merda feia é:
Se você percebeu que alguém próximo a você tem estado/é muito agressivo ou irritado, vive se excluindo de tudo, não tem feito muito além de ficar deitado, e você acha que pode ser depressão, por favor não finja que não está vendo, não trate ele(a) como se ele(a) fosse um tipo de bomba relógio, muito menos como se fosse um lixo inútil. Mostre que se importa com ele(a), procure saber como ele(a) se sente, converse sobre isso e demonstre apoio, pelo amor de Deus não pergunte por que ele(a) tá assim nem por que ele(a) não tenta tomar um banho e ir se distrair um pouco, pelo amor de Jah não faz isso, depressão não é o mesmo que tristeza, ele(a) não precisa de um motivo aparente para estar mal assim como muito provavelmente essa pessoa não sente que tem forças pra levantar e tomar um banho e/ou não tem o mínimo de ânimo/vontade de fazer qualquer coisa além de deitar e ficar ali para sempre.
Procure fazer com que essa pessoa tenha acompanhamento médico, de preferência.

Agora entenda que a depressão não é um tipo de tristeza que você sente quando algo ruim acontece e depois passa, é muito pior, muito mais lancinante. Ela está sempre ali, por mais que a pessoa pareça e diga estar ótima, você não imagina o inferno que pode estar na mente dela. O número de pessoas que se matam por depressão é imenso então, por favor, não pratique bullying, não seja preconceituoso, abra sua mente para que a realidade entre e aprenda a se colocar no lugar do próximo.

P.S: Nenhuma orientação sexual ou identidade de gênero está ligada à depressão, o que causa a depressão na maioria dos LGBTs é o preconceito sofrido por eles.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Poesia

Eu a vi


Pude vê-la aqui,
ela estava em minha porta
Eu a vi jogada ali,
pude sentir sua tristeza.

Vi seu corpo encapado,
desfazendo-se em fumaça, aos poucos
Senti as gotas da chuva
penetrando sua pele, sem dó.

Eu a vi encolhida aqui,
mas não escutava sua voz
Eu a vi lentar-se e dar-me as costas,
a vi se distanciar e sumir.

Eu me olhei no espelho e a vi.

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Elsa Lésbica?



Bem, esses dias tem rolado uma história aí de que tem pessoas no twitter usando a hashtag "GiveElsaAGirlfriend" (DêAElsaUmaNamorada) querendo que na sequência do filme Frozen a rainha Elsa "saia do armário" e tenha uma namorada. Tem muita gente criticando, dizendo coisas como: "Ah vão se foder também, agora tudo tem que ter gay e lésbica, o que as crianças têm a ver com isso?" ou "Por que ela tem que ser lésbica? Ela não pode simplesmente ser uma mulher independente? Ou agora toda mulher assim é lésbica?" mas vamos parar para analisar:
Existem alguns desenhos animados em que é possível serem vistos (e foram confirmados) relacionamentos homossexuais como: Hora de Aventura (Marceline e Princesa Jujuba) ou Steven Universo (Rubi e Safira), que são desenhos da Cartoon Network, vocês já viram algo parecido na Disney? Não. Mas esse não é o principal ponto, acontece que a Disney tem uma visibilidade absurda e mais especificamente, a Elsa é extremamente famosa, e o filme Frozen passa uma mensagem realmente muito boa, porém a Elsa não é a primeira personagem da Disney que é uma mulher forte, corajosa e independente, existem também a Mulan, da qual eu já até falei sobre aqui no blog, e a Tiana de A Princesa e o Sapo que além de ser um bom exemplo de mulher forte e batalhadora, é negra, elas só não têm a mesma fama da Elsa mas não ficam para trás não.
Agora: Por que seria bom a Elsa lésbica?
Porque, ao contrário do que muitos pensam, existem sim crianças gays(mas elas nem mesmo sabem o que diabos é ser gay) e essas crianças se sentem mal por serem diferentes de todas as outras pessoas a sua volta, e isso causa um sentimento de negação, quando essa criança cresce, descobre o que é a homossexualidade e descobre que ela é homossexual, ela acaba demorando muito pra se aceitar assim, isso SE ela se aceitar, isso acaba causando muitos problemas a essa pessoa. A criança, ela cresce sendo ensinada que o certo é menino com menina sendo que essa não é a única realidade, me diz por que um beijo gay é tratado como ofensivo? Tipo, porra heteros se beijam o tempo todo e não vejo essa putaria toda, agora se forem dois homens ou duas mulheres É O FIM DO MUNDO. Gente, uma personagem tão famosa de uma empresa com tanta visibilidade ser lésbica, mostraria a varias crianças, pré-adolescentes e adolescentes gays que elas não são estranhas e que não estão erradas em serem assim, é questão de aceitação própria e do próximo, elas nem mesmo tiveram a chance de escolher isso porque, vai por mim, se orientação sexual fosse escolhida nem mesmo existiriam os LGBTs e todos seríamos heteros seguindo a regra da tradicional família brasileira. E isso não tem nada a ver com querer dizer que toda mulher forte e independente tem que ser lésbica, até porque isso não tem nem cabimento.
Agora para você aí que está pensando: "Crianças gays? Desde quando criança tem relações sexuais com pessoas do mesmo sexo?" Eu te respondo: Desde quando criança tem relações sexuais?
Ser gay não é APENAS praticar sexo com pessoas do mesmo sexo, é PRINCIPALMENTE se apaixonar por pessoas do mesmo sexo e não por pessoas do sexo oposto.
E se depois de tudo isso você ainda se pergunta se eu apoio ou não: É CLARO QUE SIM!!!

terça-feira, 8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher

Eis minha homenagem a esse dia especial :D
Feliz dia da mulher para nós!!



segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Mulan

Mulan: Uma das minhas "princesas" Disney prediletas

Por que?

Bom, vamos falar do filme e depois da Mulan em si:
O Filme: Ele mostra o machismo com toda a sua força, as mulheres rebaixadas apenas a donas de casa, damas frágeis que precisam de um marido pois sem eles não são nada além de um desgosto para a família, mostra o que acontecia se uma mulher se opusesse a tudo isso etc... aí chega a Mulan toda atrapalhada e que, pelo visto, não queria casar coisa nenhuma pois não se dedicava a isso como todas as outras garotas, mas ela queria que a família se orgulhasse dela e por isso ela tentava, mas não dava, ela não fora feita para isso. Aí a menina inventa de se alistar para a guerra no lugar de seu pai e aí que o filme fica bom mesmo porque ele mostra a força da mulher, mostra que o poder feminino é tão grande quanto o masculino e também mostra que com esforço e força de vontade é possível chegar aonde você quiser, e a Mulan? Pois é, ela é uma mulher e sozinha salvou todos que estavam na missão com ela e ainda salvou toda a China graças a sua esperteza e teimosia.



Fa Mulan: Por que eu gosto tanto dela? Primeiro que ela teve coragem de ir para a guerra para salvar a vida de seu pai e tentar trazer honra à sua família; segundo que ela teve muita força de vontade, por exemplo, na cena em que mostra ela passando a noite tentando subir no mastro e ela conseguindo ao amanhecer; terceiro que ela foi esperta e corajosa o bastante pra salvar todos que estavam na missão com ela, e ela se arriscou muito ao fazer isso; quarto que a teimosia dela salvou a China, porque quando ela viu que os inimigos estavam vivos ela podia simplesmente ignorar e voltar pra casa, mas ela fez isso? Claro que não. E, graças a ela o Imperador e toda a China foram salvos. E a mina ainda voltou pra casa com uma espada, uma medalha - acho que era uma medalha mesmo, não lembro direito.- e de quebra ainda levou o homem que amava junto.
Olha que exemplo bom a se seguir.